Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2013
Uma pausa entre fotografias

 

Há coisa que alegre mais a vida do que o Samba? 


publicado por Marta às 09:31
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013
Um fragmento da «Suma Teológica» sobre as imagens ( S. Tomás de Aquino )

«Aristóteles afirma que a alma não conhece nada sem imagens. De facto, é impossível a nossa inteligência, no estado presente da vida, em que ela está unida a um corpo sensível, conhecer alguma coisa sem recorrer a imagens. Duas constatações o provam.

 

Em primeiro lugar, como ela é a faculdade que não utiliza um órgão corporal, a inteligência não seria de modo nenhum entravada no seu ato pela lesão de um órgão corporal, se não tivesse necessidade, para exercer o seu ato, do ato duma faculdade cujo exercício está ligado a um órgão corporal.

 

A sensação, a imaginação e outras funções da parte sensível da alma dependem dum orgão corporal. É evidente que para realizar o seu ato, não só na aquisição do saber, mas também na utilização dum saber já adquirido, a inteligência tem necessidade da imaginação e das outras faculdades sensíveis.

 

Aliás, sabe-se que quando, na sequência duma lesão, o poder de formar imagens ou recordações se vê entravado, como no louco ou no amnésico, o individuo é incapaz de exercer a sua inteligência sobre aquilo que já aprendeu.

 

Em seguida, e qualquer pessoa poder ter experiência disso, quando se procura conhecer qualquer coisa, dão-se imagens que a título de exemplo permitem por assim dizer, ver aquilo que se quer compreender.

 

E quando queremos explicar alguma coisa a outrem, propomos-lhe também exemplos para ilustrar a nossa explicação...É portanto necessário á inteligência, para conhecer o seu objeto próprio, recorrer a imagens, de maneira a captar a essência universal num existente individual.

 

Se o objeto próprio da nossa inteligência fosse uma forma separada, ou se as naturezas das realidades sensíveis não subsistissem nos seres individuais, como pensam os platónicos, então a nossa inteligência não teria necessidade de recorrer, sempre, à imagens para conhecer...» (I, q. 84, a. 7, ad 3).



publicado por Marta às 12:21
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Fevereiro de 2013
Pessoas II



publicado por Marta às 15:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Pessoas I



publicado por Marta às 15:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Linhas, quadrados e água



publicado por Marta às 14:58
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Texturas que se tocam



publicado por Marta às 14:57
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Watching the river go by



publicado por Marta às 14:56
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

O segredo está em levantar vôo



publicado por Marta às 14:56
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Voa bem, voa alto



publicado por Marta às 14:54
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

A gaivota que se juntou aos descobrimentos, mas em sentido contrário



publicado por Marta às 14:53
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.posts recentes

. Nos 120 anos do nasciment...

. Os toureiros também rezam

. Praça Afonso de Albuquerq...

. Os Campinos a agruardar o...

. Capa de Mário Coelho

. Capa de Mário Coelho

. À espera da homenagem a F...

. A tradição manda!

. Duas crianças recriam a t...

. O cortejo com a Praça de ...

.arquivos

. Julho 2015

. Outubro 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

.tags

. todas as tags

.Copyright
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
.subscrever feeds